5 dicas para escolher a carreira

Escolher a carreira que vamos seguir talvez seja um dos momentos mais difíceis da vida, não é verdade? Essa escolha tem que ser feita numa idade na qual ainda não temos experiência de vida nem autoconhecimento suficientes. É por isso que separamos algumas dicas simples para a decisão se tornar menos difícil para vocês, tá?!

  1. Pesquise

Se você ainda não sabe que caminho seguir, pesquise. Leia sobre diversas áreas, sobre as universidades que te interessam, sobre os cursos que cada uma oferece, e sobre o que cada curso faz. Às vezes temos uma noção muito superficial de determinada profissão. É importante estudar as grades curriculares dos cursos que te interessam, e se você ainda não decidiu nem a área – ciências humanas, exatas ou biológicas.

  1. Faça testes vocacionais

Os testes vocacionais são mais superficiais que os cursos de orientação, e geralmente são constituídos por perguntas elaboradas por psicólogos que por um sistema de pontos definem as áreas mais adequadas para cada perfil. Existe uma variedade muito grande de testes vocacionais. Na internet é possível ter acesso a vários, mas é aconselhável que você procure um profissional para realizar um teste com maior confiabilidade.

  1. Leia sobre carreira e mercado

Ler é sempre importante. Leia matérias sobre plano de carreira de cada área, possibilidade de crescimento de cada profissão, concorrência de mercado, média salarial, entre outras peculiaridades.

  1. Exercite o autoconhecimento

Talvez este seja o ponto mais importante para escolher uma carreira de sucesso. Você precisa se conhecer, saber no que é bom, conhecer os próprios talentos, o que gosta de fazer e aquilo que não gosta. É importante saber se você lida bem com pressão, ou se prefere um trabalho com maior planejamento, se quer viver na cidade grande ou no interior. Todas as variáveis da sua vida interferem na sua escolha.

  1. Seja realista

Não adianta sonhar com uma carreira cara e de pouco retorno. Saiba que qualquer curso que você decidir fazer vai exigir investimento financeiro e dedicação. Por isso, analise sua situação financeira, suas possibilidades de mobilidade, suas aptidões e o retorno que a carreira vai te dar. Trace um plano para sua vida, e analise se daqui a 10 anos você conseguirá chegar aonde deseja se seguir determinada área. Se parecer possível, vá em frente. É o seu futuro que está em jogo. Vamos lá?!

 

*Com informações do Infoescola

Compartilhe!