Conheça o ‘BioExplorer’ o ‘Pokémon GO’ com bichinhos da Mata Atlântica

O sucesso do game ‘Pokémon GO’ chamou a atenção de Antônio Mauro Saraiva, professor da Escola Politécnica (Poli) da USP e coordenador do ‘Núcleo de Pesquisa em Biodiversidade e Computação’ (NAP BioComp). Ao notar a movimentação em torno do app, Saraiva se questionou como as crianças e os adolescentes poderiam aprender enquanto jogavam.

O resultado foi o ‘BioExplorer’, um aplicativo de realidade aumentada com animais da Mata Atlântica, que visa a abordar assuntos como o desmatamento, a extinção de animais, as mudanças climáticas e a biodiversidade da Mata Atlântica. Sua primeira versão conta com quatro animais: o lobo-guará, a capivara, o carcará e a onça-pintada, que aparecem em um raio de 35 metros do jogador. Ao encontrar cada um deles, os animais se apresentam em áudio e texto. Depois de conhecer todos, um personagem folclórico é desbloqueado, o Saci-Pererê.

236653

“Quando eu vi a garotada procurando pokémons, quis criar algo que levasse as pessoas a aprenderem mais sobre a nossa biodiversidade com o mesmo entusiasmo. Mas não só a nossa biodiversidade, o nosso folclore também, que é muito ligado à natureza, aos rios, às matas, à fauna e flora”, diz Saraiva.

Segundo ele, as próximas versões do aplicativo contarão com mais animais e personagens folclóricos. Ficou curioso? O jogo já está disponível no Google Play e será lançado na ‘Semana do Meio Ambiente’ da USP, que ocorre entre os dias 5 e 9 de junho. 😉

*Informações do Jornal da USP

Compartilhe!