Chegada do homem à lua completa 50 anos em julho

Este mês de julho é muito especial para a ciência. Além de ser o mês em que se comemora o Dia da Ciência, o Dia do Cientista e Pesquisador, foi no mês de julho, há exatos 50 anos, em 1969, que três astronautas embarcaram numa jornada que mudou a história da humanidade. Foi quando o homem chegou, pela primeira vez, à Lua.

Em 16 de julho, a nave Apollo 11, levou à órbita da Lua os astronautas Neil Armstrong, Edwin “Buzz” Aldrin e Michael Collins. Com a famosa frase “Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”, o engenheiro aeroespacial e astronauta norte-americano, Armstrong, entrou para a história como o primeiro ser humano a pisar na superfície lunar. Na época, a conquista se tornou uma das maiores relacionadas à tecnologia e um marco para o progresso científico.

Esse feito foi conquistado pelos Estados Unidos da América, em plena Guerra Fria, período em que os países travavam conflitos com a União Soviética, duas potências – capitalismo versus comunismo – que lutavam na disputa pela hegemonia mundial. Nesse contexto, o cenário político contribuiu para o desenvolvimento dos aparatos tecnológicos necessários para a chegada do homem à Lua. Já que a disputa pela liderança em um episódio pós-guerra, fez com que ambos investissem na área científico-tecnológica.

Mesmo após grandes esforços da União Soviética, o primeiro a lançar um satélite artificial da Terra em 1959 e ter estreado a superfície da Lua por meio de uma nave não tripulada, a Luna 2, os EUA foi quem venceu a Guerra Fria, logo, se tornou também o ganhador da “corrida espacial”.

Um tema bem interessante para cair no Enem, hein?! Atenção, vestibulandos! 😉

 

*Com informações de EducaMaisBrasil – Photo By Nasa/Getty Images

Compartilhe!