Austrália recebe decisão dos X-Fighters

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

No próximo dia 17 de setembro, o Red Bull X-Fighters desembarca em Sydney, Austrália, para a sexta, última, e decisiva etapa desta temporada. A expectativa central recai sobre a decisão do título, principalmente, se Nate Adams chegará ao tricampeonato. O norte-americano precisa de um terceiro lugar para concretizar a marca. O único adversário em condições matemáticas de impedi-lo é o espanhol Dany Torres. Contudo, ao ampliarmos um pouco mais o ângulo de visão lançado sobre este cenário, percebe-se que outras disputas correm paralelamente, com possibilidade de influenciarem o desfecho do campeonato. Pilotos retornando ao circuito, buscando aquela que pode ser a última oportunidade para uma vitória expressiva este ano. Isso, incrementado com a presença de um forte contingente local, e inserido numa paisagem que cumpre à risca a tradição do Red Bull X-Fighters em levar o freestyle motocross a lugares inusitados. Em suma, Sydney tem todos os elementos para encerrar de maneira memorável a temporada 2011.

Dany Torres, o espanhol é o único em condições matemáticas de tirar o título das mãos de Nate Adams

Depois de se ausentarem na etapa da Polônia, quinta parada do X-Fighters, os australianos Robbie Maddison e Josh Sheehan voltam à ativa, para manobrarem ovacionados pela torcida local. Sheehan vive sua melhor fase, conquistando uma larga sequência de vitórias no Mundial de FMX da IFMXF, e dois terceiros lugares, nas etapas de Roma e Madri, no X-Fighters. Levou o bronze no Best Trick dos X Games 17, pousando com perfeição o double backflip, antes de deslocar seu ombro executando um ruler flip no Freestyle. Considerando suas performances recentes, somado ao controle demonstrado sobre o double flip, Sheehan figura em condições de apresentar uma rotina vencedora. Nesta mesma toada, surge seu compatriota, Robbie Maddison. Em vez dos dois flips, o body varial, movimento que destaca-se como um às na manga de Maddo. Depois de amargar a ausência na Polônia e no Moto X dos X Games 17, pelo seu feitio, Maddison muito provavelmente parte com carga total para a primeira passagem do Red Bull X-Fighters por sua terra natal.

Vitória em casa, com o body varial entre suas manobras, combinação ideal para marcar o retorno de Robbie Maddison às competições de FMX

 

Fonte: http://espn.com.br