Dicas: o que fazer para se dar melhor no ENEM

O ENEM está cada vez mais próximo e você anda meio desesperado achando que vai se dar mal na prova por estar totalmente perdido nos assuntos e no tempo? Calma! A galera da Capricho fez um post com dicas super bacanas para te ajudar a se dar bem no exame!

material-escolar-prova-estudo-1340228143394_956x500

Antes de tudo: o que estudar?

O ENEM explora temas concretos, ligados a questões sociais e políticas. Foque nas matérias em que tem mais dificuldade. “Por dois motivos: o primeiro é não gastar muito tempo chovendo no molhado, ou seja, reforçando conhecimentos que você domina. O segundo é estratégico: o vestibular é um concurso, e não um exame do colégio – a meta não é ‘ir bem’, mas ser melhor que os outros. E quem são os seus concorrentes? Provavelmente, quem escolheu determinada carreira por ser fraco em outras matérias”, explica o professor Pierluigi Piazzi, autor do livro ‘Aprendendo Inteligência’. Por exemplo, a maioria das pessoas que escolhe humanas, não vai tão bem em exatas. Para se destacar, você precisa se garantir nos cálculos. Entendeu?

Também há alguns assuntos que são previsíveis, dependendo da prova. Por isso, tentar resolver o exame de anos anteriores é uma boa. No ENEM é cobrado um bom domínio de todas as disciplinas. Manter-se por dentro das notícias que estão rolando no Brasil e pelo mundo também é fundamental.

Snowboard Canada's - RELAX.mp4_snapshot_03.55_[2012.11.22_16.46.32]

Certo! E agora, o que eu posso fazer para conseguir estudar melhor?

Os professores são unânimes: o segredo de um ritmo campeão de estudos (e que não frite seus miolos) é o equilíbrio. Um dia bem aproveitado tem, em média, seis horas de aula, quatro de estudo, oito de sono e uma de atividade física. Nas cinco que sobram faça o que estiver a fim! Uma rotina estressante e cheia de pressão pode te deixar sem ânimo de estudar (ou rendendo nada). Estar com a família, o namorado(a), os amigos(as), ler um livro que você goste, ouvir música, ver um filme… Tudo isso ajuda você a relaxar mais da tensão dos estudos.

Quer uma outra dica suuuper importante? Escreva! “Só existe uma forma de gravar: escrevendo. Não adianta ler por horas, tem que escrever. E não digitar! Se você escrever palavras e conceitos importantes no papel, isso fica gravado ainda mais na sua memória; se você digitar, não vai ser a mesma coisa”, comparou o professor Pierluigi.

Gostou das dicas? Comenta com a gente! 😀

Compartilhe!